Jovens passam noite abraçados em rocha

Ir em baixo

Jovens passam noite abraçados em rocha

Mensagem  MGSMike em Sex Ago 01, 2008 3:00 am

"31 Julho 2008 - 15h00
S. Pedro do Sul: Perderam-se num passeio pelo rio Teixeira

Passaram a noite abraçados, em fato de banho, em cima de um rochedo, no rio Teixeira, São Pedro do Sul (Viseu), para conseguirem resistir ao frio. Ao fim de 12 horas, o grupo de 17 pessoas foi resgatado por um helicóptero que, ao início da manhã de ontem, se juntou às buscas que estavam já a ser desenvolvidas desde a noite anterior por bombeiros e GNR. Todos estavam bem, apesar do cansaço.



Os 11 jovens, rapazes e raparigas com idades entre os 16 e 17 anos, e os seis monitores, que passaram a noite ao relento, faziam parte de um grupo de 71 pessoas de Lisboa, que estava acampado na Quinta de S. Francisco, próximo de Cercal. Segundo o monitor, José Maria Azeredo, o grupo perdeu-se quando regressava de um passeio ao longo do rio, no qual participavam 61 pessoas.

Numa zona onde existe uma bifurcação, o grupo que vinha atrás tomou a direcção errada. Como estava a anoitecer, optou por não prosseguir. Instalou-se em cima de um rochedo e, para evitar a hipotermia, os jovens tiraram as roupas molhadas e "iam-se abraçando", aguardando pelo nascer do Sol, explica o padre jesuíta António Trigueiros, que estava com o grupo. Garantiu que não houve pânico, mas que "foi duro combater o frio".

Já se preparavam para descer do rochedo e regressar ao acampamento, que se encontra 500 metros, quando foram localizados pelo helicóptero. Os jovens e monitores foram resgatados e transportados para a Capela Nossa Senhora dos Milagres, em Lomba de Arões, onde rezaram e entoaram cânticos, saindo meia hora depois tapados com cobertores. Tomaram o pequeno-almoço na aldeia e, segundo José Maria Azeredo, "estão óptimos e até se divertiram durante a noite". O grupo, que divide as actividades entre a Quinta de S. Francisco e a Quinta de Passos, mantém o campo a funcionar.

Este é o quarto passeio realizado por este grupo de familiares e amigos no rio Teixeira. O percurso começou às 16h00 e tinha uma duração prevista de três horas. Além do objectivo lúdico, o campo de férias tem também uma vertente espiritual.

PRECAUÇÕES

SEM COMUNICAÇÕES

Os telemóveis não têm rede na zona. Henrique Pereira, do CDOS de Viseu, sugere a instalação de antenas.

PROTECÇÃO CIVIL

Quem vai para o rio deve informar a Protecção Civil. Se se perder, é melhor procurar um ponto alto e não sair do local."

Fonte: Correio da Manhã
avatar
MGSMike
Admin. Deus

Número de Mensagens : 14
Idade : 29
Data de inscrição : 30/07/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum